• Get Adobe Flash player
  • Contador de visitas ACESSOS AO BLOG

    quinta-feira, 4 de maio de 2017

    'Carona' dos novos coronéis do QCO gera descontentamento entre os oficiais de AMAN .

    4 de maio de 2017Coronéis do QCO gera descontentamento entre os oficiais de AMAN

    A imagem pode conter: 3 pessoas, comida e atividades ao ar livre
    A chegada da Turma Maria Quitéria ao posto de coronel está gerando descontentamento
     entre oficiais do Exército oriundos da AMAN. Muitos integrantes da turma de 1992 do 
    Quadro Complementar de Oficiais (QCO) foram promovidos em 30 de abril, após 25 anos
     de carreira, dando ‘carona’ em tenentes-coronéis combatentes formados no mesmo ano.
     Trata-se da primeira turma mista da antiga Escola de Administração do Exército, hoje
     Escola de Formação Complementar do Exército. Pela primeira vez, mulheres chegaram
     ao último posto do Quadro.
    Ocorre que, ao final do curso de formação, enquanto seus colegas de AMAN eram
     declarados aspirantes, os concludentes do QCO eram promovidos a primeiro-tenente.
     Assim, mesmo com os interstícios do QCO, essa vantagem inicial na carreira refletiu-se
     agora na promoção a coronel.
    Um tenente-coronel combatente não promovido afirma que "Levar 'carona' de QCO é
     uma inversão de valores. Um absurdo!".

    7 comentários :

    Anônimo disse...

    Experimentem um pouquinho do que os graduados sofrem. E ainda estão reclamando de barriga cheia.

    Anônimo disse...

    Coronel fala pra ele a mesma coisa que já escutei. " o Sr. tem que entender que são planos de carreira diferente...."

    Anônimo disse...

    Falar pra esses que estão indignados a mesma coisa que eles gostam tanto de falar no dia a dia pros seus subordinados: já que não tá gostando, pede as contas e vai embora.

    Anônimo disse...

    Srs. Tenentes-Coronéis combatentes, é chegada a hora de os senhores sentirem na pele o que sente um Subtenente ao amargar inúmeros QAM de caronas de turmas mais modernas. Porque até então pimenta no .... dos outros era refresco. Assim, sejam bem vindos a irmandade dos preteridos nos QAM.

    Ass.
    S Ten 89
    29 anos na tropa curtindo muitas formaturas, marchas, acampamentos e miliquices de toda ordem.

    Anônimo disse...

    Alguns esclarecimentos:

    1) Não é somente o QCO que é formado 1ª Ten. Os oficiais da EsSEx (médicos, farmacêuticos, dentistas) e do IME (engenheiros) também são. E a formação militar deles também tem essa diferença de duração em relação à AMAN.

    2) Embora esses oficiais (EsFCEx, EsSEx, IME) se formem 1º Ten, o tempo de promoção para Capitão é 6 anos, o que faz com que todas as turmas de oficiais sejam promovidas no mesmo ano para Capitão.

    3) O que conta para promoção é o tempo NO POSTO, não o tempo como cadete ou aluno. Muitos QCO tinham 10 ou mais anos como Sargentos. Por acaso isso deveria contar algo na promoção deles? E o que dizer dos OTT, cuja formação dura 45 dias e são promovidos normalmente a 2º Ten e 1º Ten?

    4) A Turma 1992 da EsSEx também foi promovida a Cel. Por que a reclamação foi somente com o QCO (que só teve uma pequena parte da Turma 92 promovida)?

    5) As Turmas 1992 da AMAN também foram promovidas. Inclusive a MAIORIA dos TC foram a Cel. O "reclamante" deve estar entre a MINORIA de sua turma que ainda não foi promovida. Acontece que ele competiu com SUA TURMA e não com outras Armas, Quadros ou Serviços.

    Flavio UNPP disse...

    Não tem carona nenhuma. A turma de 92 da AMAN foi promovida normalmente. Quem está reclamando é a rabeira lixo que jamais seria promovida independente do QCO. Em 92 essa turma (QCO) era primeiro tenente com curso superior. Cabe destacar que a turma da AMAN foi declarada aspirante no mesmo ano e na época o curso da AMAN não era reconhecido como curso superior pelo MEC.

    Anônimo disse...

    Estão reclamando de barriga cheia.

     
    contador de visitas gratis ACESSOS AO BLOG
    Blogger